terça-feira, 20 de março de 2012

Vlog de A Casa de Ossos


Eddie Van Feu do www.alcateia.com
fala sobre A Casa de Ossos em um Vlog
super bacana, vale a pena conferir

Resenha de A Casa de Ossos

Uma carta de Kirian Lepárdy para a sua mãe, é assim que começa a ser contada história de Kirian. Um alemão, sócio de uma empresa milionária que desnvolveu os melhores softwares de segurança do mundo, e decide montar uma filial de sua empresa aqui no Brasil. Chegando aqui coisas estranhas começam a acontecer com o empresário, visões e coincidências o deixam um tanto desnorteado.

Continue lendo aqui: 

http://redequinha.blogspot.com/2012/03/casa-de-ossos-adriano-villa.html 


 

Resenha de Renata no Skoob
Como amante de filmes de terror,devo confessar que quando vi que o escritor era brasileiro me veio o seguinte pensamento:"Aposto que não será grande coisa o livro",e olha que eu tenho motivos de sobra para ter esse pensamento desdenhoso em relação aos escritores brasileiros.
Mais quando o livro chegou em minhas mãos eu achei o livro bastante interessante,pois dificilmente se vê tanto capricho num livro brasileiro,e ele é realmente de tirar o folego,comecei lendo a história de Kirian e achei engraçado o começo,sabe uma mulher estranha entregando um envelope gordo para a mãe dele,até aí tudo bem, se não fosse o fato de que a história te prende do começo até o final mesmo,não é como em alguns livros que começa leve a história e só no meio do livro ele começa ate dar alguma emoção...
Levei 2 noites para ler esse livro com certa pena de quando chegasse ao final,pois estava bom pra caramba e eu lógico não queria de jeito nenhum terminar aquela leitura espetacular,o final é mais surpreendente que o começo,é uma coisa que você nem imagina que poderia ter acontecido.Olha eu nunca que conseguia terminar de ler,sempre tinha algo que me dizia:"vai dormir depois de descobrir porque aconteceu tal coisa"e,quando eu descobria porque tinha acontecido tal fato,vinha outro muito melhor e eu nunca que fechava o livro,como é possível alguém ser tão bom tanto na história como nos diálogos?Achei o livro perfeito demais.Já virei fã do Adriano Villa.
Recomendo a todos esse livro. 

 

Resenha de Évelyn no Skoob

Resenha de A Casa de Ossos

Devo confessar que demorei a escrever a resenha deste livro, mas não foi por nada, mas simplesmente porque ao terminar o livro perdi totalmente as palavras, ai você me pergunta – “Mas como você perdeu as palavras, Elian?” – Sim! Tenho que confessar.
A casa de ossos como já havia dito no histórico baseia-se na estória com um fundo de religiosidade e a falta dela, mostrando a fé de uma pessoa e a falta de fé de outra cujo se trata do nosso personagem principal, mas não é aquelas de “mi-mi-mi” ou tentativa de conversão, me lembrou até ao Horror em Amityville (história baseada na cidade de Amityville na década de 70 que foi escrito por Jay Anson e lançado em 1977), mas deixo bem claro que só faz lembrar, principalmente quando mostra que as forças podem influenciar a sua vitima como uma simples marionete fazendo-a imaginar que é simplesmente um sonho, assim é a casa de ossos.
Neste livro o autor esbanja de ótima descrição dos detalhes, personagens, da casa e outros lugares, nos envolvendo totalmente no enredo da estória fazendo sentir o misto de calma, raiva e principalmente de medo, o terror que passa na estória fazem o medo do personagem passar para o leitor, onde também mostrou que, aqui se faz e aqui se paga, confesso que quando cheguei ao fim do livro teve uma determinada parte que pensei “Oh! Meu Deus! Será que era todo o tempo uma história? Mas é impossível, o autor está aqui, vivo! E continuei com uma dúvida... Foi história ou estória?” Esse é um dos “terrores” que passa, onde no livro tem uma situação parecida, mas com relação à dúvida do... Como é possível?
Parabenizo o autor pela ótima imaginação. E se vocês me contestarem dizendo- “Mas você não explicou no literal como é o livro” – Direi; Sim! De certa forma é claro, pois este é um livro que merece ser lido. E cada um tem seus medos.
Convido você a entrar na casa de ossos e ousar descobrir seus segredos ocultados por um passado vivenciando os pesadelos no presente. 



 

Resenha de Elian no Skoob

Resenha de A Casa de Ossos

Terror sem titubeios
IMPRESSOES:

A Casa de Ossos apresenta um terror objetivo, direto e sem titubeios. Em outras palavras, o suspense é dispensável. Desde o início a sensação de que você entrou em um mundo hostil se faz presente. As páginas amarelas do livro dão ainda maior impressão de clausura e ambientação sinistra. Sabe-se que uma vez lida a primeira página, não há volta para o leitor. Aquelas páginas te marcarão por um bom tempo.

A trama tem poucos momentos de tranquilidade e a leitura se torna tensa progressivamente, culminando com um final, que ao mesmo tempo que você quer largar o livro, não suportando a tensão, você quer continuar para saber o desfecho.
____________________________

FILOSOFIA:


A Casa de Ossos apresenta Kirian como protagonista. Um homem de negócios, com ótimas qualidades: ele é bom, gentil, educado e generoso. No entanto, ateu. E é aí o ponto em que que a trama gira em torno. O autor, Adriano Villa, entra em um questionamento antigo, muito debatido nos grandes concílios da igreja antiga: É justa a bondade sem a fé? Somos dignos de salvação se temos fé, mas não somos bons?

Uma outra questão igualmente importante permeia também a história. Baseado, provavelmente em Shakespeare, Adriano Villa nos pergunta: "Existem mais coisas entre o céu e a terra do que pode supor nossa vã filosofia?"
__________________________

PONTOS FORTES:

O terror sem censura e objetivo nos mostra rápido o que o livro vai ser até o fim da trama. É aquilo e aquilo mesmo. A presença do mal, o despeito pelas coisas sagradas, o ceticismo cego, a crueldade. Para quem gosta do gênero, a Casa de Ossos é um banquete.

PONTOS FRACOS:

A leitura se torna repetitiva em alguns pontos, deixando-a cansativa. Algumas conversas são confusas, principalmente quando se tem mais de 2 pessoas discutindo. 




Resenha de Luiz Paulo no Skoob
autor de maretenebrae

Resenha de A Casa de Ossos

Kirian Lepárdy o protagonista, tem uma vida “perfeitinha”. Bem sucedido, bonito, feliz em seu casamento e com dois filhos maravilhosos, muda-se para o Brasil, a fim de abrir uma filial de sua empresa. Será que foi mesmo esse o motivo que o fez escolher justamente o Brasil? Ele acredita que sim. Mas ao chegar, acontecimentos inexplicáveis começam a atormentá-lo. Principalmente quando ele, Kirian, olha as horas em seu relógio, e se depara com números iguais: 21:21 / 13:13, etc., neste momento, ele passa a receber uma visita inesperada e extremamente estranha. 

Por acreditar que tudo não passa de sua imaginação, Kirian não percebe que foi induzido a comprar justamente aquela casa no final da rua, onde estão armazenados mistérios atormentadores.

Estes são apenas o principio dos acontecimentos arrepiantes e horas sem desgrudar do livro, pois o autor, além de utilizar uma linguagem de fácil compreensão, nos conduz a momentos de total adrenalina, empregando uma mistura de terror psicológico com pitadas de ceticismo e crendices: maia, espírita, evangélica e católica. Porém, independente do que acreditam as personagens, elas não estão a salvo. 

Até quando Kirian irá acreditar que é tudo sua imaginação, fruto de muito cansaço?

Quer descobrir? Então leia o livro “A Casa de Ossos” e descubra não só esses, mas os muitos mistérios que se escondem atrás daquelas paredes 



 

Resenha de Bianca 
extraída do Skoob