terça-feira, 20 de março de 2012

Resenha de A Casa de Ossos

Kirian Lepárdy o protagonista, tem uma vida “perfeitinha”. Bem sucedido, bonito, feliz em seu casamento e com dois filhos maravilhosos, muda-se para o Brasil, a fim de abrir uma filial de sua empresa. Será que foi mesmo esse o motivo que o fez escolher justamente o Brasil? Ele acredita que sim. Mas ao chegar, acontecimentos inexplicáveis começam a atormentá-lo. Principalmente quando ele, Kirian, olha as horas em seu relógio, e se depara com números iguais: 21:21 / 13:13, etc., neste momento, ele passa a receber uma visita inesperada e extremamente estranha. 

Por acreditar que tudo não passa de sua imaginação, Kirian não percebe que foi induzido a comprar justamente aquela casa no final da rua, onde estão armazenados mistérios atormentadores.

Estes são apenas o principio dos acontecimentos arrepiantes e horas sem desgrudar do livro, pois o autor, além de utilizar uma linguagem de fácil compreensão, nos conduz a momentos de total adrenalina, empregando uma mistura de terror psicológico com pitadas de ceticismo e crendices: maia, espírita, evangélica e católica. Porém, independente do que acreditam as personagens, elas não estão a salvo. 

Até quando Kirian irá acreditar que é tudo sua imaginação, fruto de muito cansaço?

Quer descobrir? Então leia o livro “A Casa de Ossos” e descubra não só esses, mas os muitos mistérios que se escondem atrás daquelas paredes 



 

Resenha de Bianca 
extraída do Skoob 

Nenhum comentário:

Postar um comentário